30 de set de 2011

10 MANDAMENTOS DA CIRURGIA PLÁSTICA SEGURA.

Leia atentamente para não correr o risco de escolher o profissional inadequado.
1- Tudo começa pela escolha do seucirurgião: procure no site da sociedade de cirurgia plástica www.cirurgiaplastica.org.br se o nome dele consta no cadastro, pois se não constar é possível que elenão seja um cirurgião plástico e sim alguém querendo se dar bem nessaespecialidade. Cuidado! Não faça procedimentos estético com médicos deoutras áreas, esses pessoas não são treinadas na arte da beleza e nem sempretem senso de simetria o que é estudado constantemente pelos cirurgiões plásticos. Por isso o tempo de formação de um cirurgião plástico leva 5 anos, além dosseis anos de faculdade de medicina , pois incluem 2 anos de residencia médicaem cirurgia geral e mas 3 anos de cirurgia plástica e mais uma prova paraespecialista da sociedade brasileira de cirurgia plástica quando acaba tudoisso para que esse profissonal se torne um especialista .
2- A relação médico-paciente éfundamental, é tão ou mais importante que o resultado, é fundamental que o médicoseja um profissional atencioso e disponível, pois todo cirurgião plástico estásujeito a complicações ou maus resultados e é nesse momento que a relação médico-pacienteé fundamental para que ele possa lhe dar suporte para resolver o problema sehouver e não apenas abandonar o paciente .
3- Cada paciente é diferente , por tantoo cirurgião deve escutar suas queixas atenciosamente , analisá-las e considerarse é necessário ou não fazer cirurgia , se for necessário ele deve darexpectativas reais do que é possível fazer , fuja daqueles que lhe dãoexpectativas surreais... isso não existe, a cirurgia plástica não fazmilagres , apenas realça a beleza natural das pessoas ou faz modificaçõespara melhor harmonizar o conjunto.
4- Pergunte sempre sobre os riscos dasua cirurgia e como vocês médico e paciente em conjunto podem fazer paraminimizá-las. Evite cirurgiões que ignoram ou minimizam os riscos inerentes aqualquer procedimento cirúrgico. Lembre-se a cirurgia não é só do cirurgião,mas do paciente também . Não seguir à risca as recomendações de seu médicopodem gerar problemas graves .
5- Um bom pré-operatório é essencialpara o bom resultado da cirurgia, conte ao seu médico tudo o que for relevante,não esconda nada , lembre-se é a sua segurança que está em jogo e neste momentoele tem que he conhecer em detalhes e solicitar os exames adequadamente ou daras orientações necessárias.
6-Fuja do cirurgião que sugerir realizar a cirurgia no consultório médico (a menos que seja uma cirurgia muitopequena).
7- Preço - Desconfie de preços muitobaixos. Uma cirurgia plástica realizada com qualidade e segurança não tem comoser barata. O valor de uma cirurgia plástica é a soma dos honorários da equipemédica - composta pelo cirurgião plástico principal, cirurgião plásticoassistente, além de médicoanestesista e instrumentadora - dos custos hospitalares e, em algumascirurgias, do preço dos implantes de silicone. Quando um cirurgião plásticocobra preços muito baixos, tenha certeza que ele está negligenciando a segurançae/ou qualidade.
8- Algumas medidas podem minimizar osriscos cirúrgicos como: não fazer grandes cirurgias combinadas, as vezes émelhor se submeter a duas cirurgias separadamente do que a uma grande ecom mais riscos , usar meias elásticas de compressão durante e após acirurgia , utilização de bombeamento intermitente nos membros inferiores paraevitar tromboses durante a cirurgia e no pós operatório imediato, deambulaçãoprecoce.. pergunte ao seu médico se ele utiliza essas medidas, pois podemdiminuir em muito os riscos de trombose .
9- Pacientes fumantes têm maior indicesde complicações , além daqueles que estão acima do peso ou que já tem outrosproblemas de saúde, converse com seu médico para minimizar esses fatores.
10- O local da cirurgia é importante ,pois o hospital deve ter boas condições de funcionamento e deve ter UTI, para ocaso de ser necessário, com médicos de plantão 24h.


Marcação de consultas: plano atende Unimed e a consulta particular da cirurgia plástica é gratuita após a marcação cirúrgica. O preço condições de pagamento da cirurgia plástica e parcelamentos serão acertados na sua consulta.
Fone: 85 41024444 ou 85 85825399

29 de set de 2011


Principal » Cirurgia PlásticaLipoaspiração

SmartLipo, LipoLight ou Lipoaspiração de Beverly Hills ?


Lipoaspiração
Hoje em dia, várias pessoas são seduzidas por procedimentos que prometem muito e que não consideram o risco envolvido no ato em si. Um dos principais exemplos é a lipoaspiração. Anúncios deSmartLipoLipoLight e Lipoaspiração de Beverly Hills induzem uma sensação de fantasia, menosprezando os principais critérios de segurança.
Lipoaspiração é um procedimento médico indicado para redução de gorduras localizadas.NÃO É UM PROCEDIMENTO PARA EMAGRECIMENTO !!! É realizada através da aspiração de gordura subcutânea com o auxílio de cânulas metálicas em ambiente de centro cirúrgico hospitalar. As cânulas são conectadas a um aspirador a vácuo ou à seringas. Através de movimentos de vai-e-vem, o médico consegue aspirar diversas partes do corpo. Estes movimentos consomem esforços que podem ser diminuídos através do uso de cânulas vibratórias, isto é, a famosa vibrolipo.
Existe um limite de quanto o médico pode aspirar. Quando se utiliza a técnica infiltrativa(onde uma solução de soro fisiológico  mais adrenalina é injetada na gordura antes da aspiração), pode-se aspirar até 7% do peso corporal. Já com a técnica não-infiltrativa, esse limite cai para 5% do peso. Da mesma forma, não deve ultrapassar 40% da área corporal, seja qual for a técnica usada. Estas são as recomendações da RESOLUÇÃO Nº 1.711, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2003 do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.
O que prometem os procedimentos do tópico são a realização de lipoaspiração rápida, muitas vezes realizada em ambiente de consultório (sem os critérios de segurança e higiene preconizados pela ANVISA), com retorno imediato às atividades e em muitos casos, extrapolando o limite da infiltração (excesso de adrenalina) e aspiração (>7% do peso).
Quando bem indicada e realizada, a lipoaspiração é um procedimento cirúrgico seguro. Quando não cumpridos os critérios de segurança, torna-se um procedimento de alto risco com o aumento das taxas de morbidade/mortalidade. Para sua maior segurança, procure um cirurgião plástico habilitado e realize o procedimento em ambiente cirúrgico hospitalar.

Principal » Cirurgia PlásticaLipoaspiração

SmartLipo, LipoLight ou Lipoaspiração de Beverly Hills ?

Lipoaspiração
Hoje em dia, várias pessoas são seduzidas por procedimentos que prometem muito e que não consideram o risco envolvido no ato em si. Um dos principais exemplos é a lipoaspiração. Anúncios deSmartLipoLipoLight e Lipoaspiração de Beverly Hills induzem uma sensação de fantasia, menosprezando os principais critérios de segurança.
Lipoaspiração é um procedimento médico indicado para redução de gorduras localizadas.NÃO É UM PROCEDIMENTO PARA EMAGRECIMENTO !!! É realizada através da aspiração de gordura subcutânea com o auxílio de cânulas metálicas em ambiente de centro cirúrgico hospitalar. As cânulas são conectadas a um aspirador a vácuo ou à seringas. Através de movimentos de vai-e-vem, o médico consegue aspirar diversas partes do corpo. Estes movimentos consomem esforços que podem ser diminuídos através do uso de cânulas vibratórias, isto é, a famosa vibrolipo.
Existe um limite de quanto o médico pode aspirar. Quando se utiliza a técnica infiltrativa(onde uma solução de soro fisiológico  mais adrenalina é injetada na gordura antes da aspiração), pode-se aspirar até 7% do peso corporal. Já com a técnica não-infiltrativa, esse limite cai para 5% do peso. Da mesma forma, não deve ultrapassar 40% da área corporal, seja qual for a técnica usada. Estas são as recomendações da RESOLUÇÃO Nº 1.711, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2003 do CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA.
O que prometem os procedimentos do tópico são a realização de lipoaspiração rápida, muitas vezes realizada em ambiente de consultório (sem os critérios de segurança e higiene preconizados pela ANVISA), com retorno imediato às atividades e em muitos casos, extrapolando o limite da infiltração (excesso de adrenalina) e aspiração (>7% do peso).
Quando bem indicada e realizada, a lipoaspiração é um procedimento cirúrgico seguro. Quando não cumpridos os critérios de segurança, torna-se um procedimento de alto risco com o aumento das taxas de morbidade/mortalidade. Para sua maior segurança, procure um cirurgião plástico habilitado e realize o procedimento em ambiente cirúrgico hospitalar.

12 de set de 2011

Aplicação de gordura confere contornos naturais ao rosto Técnica cirúrgica injeta tecido gorduroso do próprio paciente para corrigir depressões no rosto, com fins estéticos ou reparadores



Botox, peeling, bioplastia, lifting e inúmeras outras técnicas são utilizadas para deixar o rosto mais jovem e bonito. Mas você já pensou em utilizar a sua gordura corporal para recuperar o volume da face? A lipoenxertia é uma técnica cirúrgica capaz de restaurar os contornos faciais a partir do enxerto de gordura do corpo do próprio paciente. "O procedimento proporciona resultados significativos na parte estética e ainda pode ser utilizado em cirurgias reparadoras com o objetivo de reconstruir alguma área facial, como no caso de câncer de pele", explica o cirurgião plástico Davi Pontes.

A lipoenxertia também pode ser uma alternativa para recuperar regiões da face em casos de redução de camada de tecido gorduroso causada pelo efeito colateral de alguns medicamentos ou por doenças. "O tecido gorduroso retirado do paciente é proveniente de áreas que possuem gordura em excesso ou que não causará danos para a área doadora. Antes de ser injetada no local desejado a gordura passa por um rigoroso processo de preparo, que separa o tecido adiposo de outras substâncias, para então ser utilizada", esclarece Pontes que é membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Rejuvenescimento facial

A aplicação de gordura no rosto preenche as depressões existentes na face, reduz as rugas e deixa a pele ainda mais saudável. Apesar de não haver estudos científicos que comprovem o que leva a lipoenxertia a promover o rejuvenescimento da face, alguns estudos apontam que as células-tronco adultas presentes no tecido gorduroso são fundamentais para este processo. "Essa técnica também pode ser usada em regiões com cicatrizes, melhorando as irregularidades da derme, provoca o amolecimento da cicatriz e pode deixar a área com aspecto semelhante ao da pele normal", afirma.
http://www.google.com.br/imgres?

O cirurgião ressalta que durante o procedimento, todo cuidado é pouco, pois quanto menos traumas o tecido gorduroso sofrer durante o processo de retirada e enxerto, melhores e mais duradouros serão os resultados. "São utilizadas pequenas cânulas, com no máximo três milímetros de diâmetro, para que possam ser feitas pequenas incisões na pele pelas quais a gordura será retirada. No momento de injetar o tecido gorduroso o cirurgião deve ficar atento para que a aplicação seja feita em áreas que o tecido esteja bem vascularizado", destaca.

O profissional deve saber identificar a quantidade de gordura necessária para preencher a área que será corrigida. Se a quantidade for excedente corre-se o risco do organismo reabsorver o tecido adiposo e o resultado esperado não ocorrer. "Dependendo da área é preciso mais de um tempo cirúrgico para que o tratamento seja satisfatório. Quando é feita a aplicação de muita gordura em um mesmo procedimento, as células adiposas têm dificuldade para obter nutrientes, já que o sangue não consegue chegar até elas, e então inicia-se o processo de absorção natural do corpo", aponta.

As vantagens do método

Dr. Davi aponta que a vantagem da lipoenxertia em relação a outros tratamentos que utilizam material sintético é que sua matéria-prima, a gordura, é facilmente encontrada nos pacientes – mesmo em pessoas magras -, não há dificuldades para a sua manipulação e possui mais chances de ser aceita pelo corpo. "Outro ponto positivo é que se o procedimento for feito da maneira correta os resultados são quase definitivos. Além disso, o paciente não corre o risco de sofrer alguma reação alérgica e o risco de rejeição é praticamente nulo", observa o especialista.

Manutenção do peso é indispensável para garantir bons resultados

Após a cirurgia é preciso cuidar do peso corporal, pois depois que o tecido adiposo enxertado for integrado à região ele passará a se comportar como o restante da camada de gordura do paciente. "Se a pessoa engordar os locais que possuem enxerto também aumentarão de volume e isto é considerado um resultado esperado e natural. Imagina se o paciente engordasse e algumas regiões do corpo não acompanhassem o seu ganho de peso? O corpo ficaria cheio de irregularidades, o que seria prejudicial para a estética corporal", acrescenta.


7 de set de 2011

Pernas sem vasinhos para o verão

Pernas sem vasinhos para o verão Comece a cuidar já das veias arroxeadas e abuse das roupas mais curtas nos dias quentes. Comece o verão com as pernas sem vasinhos Cerca de 80% das pessoas com mais de 20 anos em todo o mundo sofrem com vasinhos e varizes, sendo a maioria mulheres. Além de comprometer a saúde em alguns casos, o problema também reflete na parte estética – usar saias e vestidos no verão com as pernas arroxeadas não é nada agradável. Entenda as causas e saiba como tratar o problema em tempo para os dias quentes. Também chamados de microvarizes, os vasinhos são veias dilatadas e tortuosas que podem surgir avermelhadas, azuladas e com diversas espessuras. A classificação de uma veia problemática é feita por meio da medida de seu calibre, que varia entre dois e seis milímetros. As varizes mais agressivas (classificadas com seis ou mais milímetros de calibre) são problemáticas e oferecem riscos à saúde. Nesses casos, provavelmente a paciente terá que passar por algum tratamento – não invasivo ou cirúrgico – para evitar maiores complicações e doenças circulatórias. A avaliação deve ser feita por um médico especialista e não por um esteticista. “Há vários fatores que contribuem para o aparecimento de vasos e varizes”, explica o Dr. Davi Pontes. Vários mesmo. A lista inclui questões genéticas, hormonais, gestacionais e até obesidade. Fumo, sedentarismo e estilo de vida em geral também contribuem. Tratamentos disponíveis no mercado Os principais tratamentos disponíveis para as microvarizes ou vasos são feitos com compostos injetáveis na região afetada ou aplicações de laser – ambos são métodos simples e dispensam o uso de anestesia. Ainda na linha de injetáveis, Aguiar conta que a escleroterapia com espuma tem apresentado excelentes resultados. “Quando um líquido é injetado, ele se mistura com o sangue e perde parte de sua potência ao se diluir. Já com a espuma, a substância está mais concentrada e, portanto, tende a ser mais eficaz”. Leia mais sobre o assunto: Mitos e verdades sobre vasos e varizes A quantidade de sessões necessárias e o tempo de duração de cada método varia de acordo com a resposta do paciente. Para a escleroterapia com laser , por exemplo, até duas aplicações são suficientes para a maioria dos casos.
Os tratamentos modernos para a eliminação de vasos são pouco agressivos e permite que a paciente volte para a casa andando sem maiores complicações. Escurecimento do local e um pouco de incômodo são normais nos primeiros dias.