6 de jun de 2012

EMAGRECER- PERDA DE PESO - DIFICULDADES E AVALIAÇÃO

O sedentarismo e os distúrbios alimentares são hoje, os principais fatores predisponentes para a obesidade.

Obesidade é uma condição na qual a quantidade de gordura ultrapassa os níveis desejáveis. Mas pode ocorrer também um excesso de peso, onde o peso corporal total excede determinados limites, pelo aumento da massa magra.

A obesidade é geralmente definida como a condição de pesar 20% ou mais acima do seu peso ideal que pode ser verificado em uma tabela de peso. Nos Estados Unidos, cerca de um a cada cinco homens e uma a cada três mulheres são obesos.

O excesso de peso e, em maior escala, a obesidade têm sido alvo de muitos estudos, pois ambos vêm sendo apontados como as principais causas de mortes por doenças cardiovasculares em todo o mundo. 

Como calcular o índice de massa corporal?

Peso dividido pela altura ao quadrado. 

IMC normal: de 20 a 24,99

sobrepeso: de 25 a 29,99

obesidade: acima de 30

obesidade mórbida: acima de 40

Quando os indivíduos passam a se preocupar com o excesso de peso, por diversas razões - dores lombares, dificuldade de locomoção, estética - muitos buscam o emagrecimento através da utilização medicamentosa e/ou através de planos alimentares ou de produtos que causam grande deficiência calórica e nutricional, redução de massa magra e nos níveis de força, queda de imunidade, irritabilidade, hipoglicemia e diversos outros sintomas. 

Para o tratamento da obesidade, é indicada uma dieta balanceada e hipocalórica além do aumento na atividade física, sempre sendo orientado por um nutricionista e preparador físico. 

Os exercícios mais indicados são os aeróbios, como as atividades: caminhadas, corridas, bicicleta, natação e dança, pois apresentam um gasto calórico significativo..

Como ninguém ganha gordura corporal do dia para a noite, o emagrecimento deve ser gradual e saudável, mudando o seu estilo de vida com dieta e exercícios acima citados.

Atividade física é uma parte essencial em qualquer programa de perda de peso e deve tornar-se permanente em seu estilo de vida. Os benefícios da atividade física podem incluir:

- Queima de calorias e perda de peso

- Manutenção da tonificação dos músculos

- Aumento da taxa de metabolismo (a quantidade de calorias que o seu organismo queima 24 horas por dia)

- Melhoria na circulação

- Melhoria nas funções cardíacas e pulmonares

- Aumento do auto-controle

- Redução do estresse

- Aumento da habilidade de concentração

- Melhoria na aparência

- Redução da depressão

- Diminuição do apetite

- Melhoria na qualidade do sono 

- Prevenção de diabetes, pressão sangüínea e colesterol altos

Lembre-se sempre!

A procura por saúde, seja física e/ou mental jamais deve ser realizada por conta própria, procure sempre um profissional de educação física qualificado e competente!!

Boa sorte!

REDUÇÀO DE MAMA










A cirurgia de redução de seios ou mamoplastia remove gordura, tecido glandular e péle dos seios. Tipicamente aplicado quando uma mulher tem seios extremamente grandes e pesados, a cirurgia de redução de seios não remove os tecidos somente, más remodela os seios para fazê-los mais altos, lever e firmes. Idealmente feita quando os seios estão completamente crescido e nenhuma mudança é esperada, a cirurgia pode fazer uma mudança imediata e óbvia no corpo. A aréola mamilar é também diminuída, e o resultado final são seios cujos tamanho e posição são mais apropriados para o corpo da mulher, do formato do corpo e das preferências pessoais. Enquanto este é um procedimento com benefícios cosméticos, também pode ser por indicação médica.

Normalmente, as incisões são feitas embaixo dos seios, em uma linha dos seios para os mamilos, e em torno do mamilo para remover o tecido em excesso e remodelar o peito. Lipoaspiração pode ser usada para ajudar a modelar o seio e remover o excesso de gordura das axilas. Enquanto a cicatrização é extensa, ela fica localizada na parte inferior dos seios, e não é visível mesmo em trajes abertos. Cicatrizes desaparecem com tempo normalmente, tornando-se mais clara e fina, contanto que não haja complicações durante o processo de recuperação.

A cirurgia de redução de seios pode ser feita em um consultório médico, ou com uma curta estadia no hospital. A cirurgia leva em torno de duas a quatro horas de duração, e o paciente deve esperar alguns graus de disconforto por diversas semanas. O retorno ao trabalho tipicamente ocorre em duas semanas, assumindo que seu trabalho não exige esforços físicos. Você utilizará um sutiã cirúrgic por um certo período de tempo, e muitas mulhere querem prescrições para analgézicos para a primeira semana após a cirurgia. Exercícios leves podem ser retomados após duas semanas, más pacientes são advertidos que a recuperação total levará aproximadamente seis semanas.

Redução de Seios: Uma Necessidade Médica

Enquanto algumas pessoas podem considerar a redução de seios um procedimento cosmético, algumas mulheres que viveram com o peso de seios muito grandes entendem o desconforto físico e psicológico os quais fazem da cirurgia de redução de seios uma necessidade médica. Felizmente, a maioria dos convênios médicos concordam que o procedimento pode ser uma necessidade médica, e proverá cobertura assumindo que você e seu médico tenham trabalhado juntos para preencher os requerimentos do convênio. Seios exageradamente grandes e pesados podem causar desconforto, complicações no esqueleto, dores nas costas e limitação na atividade e na mobilidade.

Se alguns dos seguintes são problemas que lhe incomodam, redução de seios pode ser uma escolha médica justa. Se seus seios são muito grandes para seu corpo, a redução pode fazer com que seus seios tornem-se proporcionais para o seu corpo, e lhe tornar mais confortável. A redução de seios pode também ser útil para igualar o tamanho de seios dramaticamente desiguais. Seios extremamente grandes, pesados ou caídos são também bons candidatos para a cirurgia de redução. Se seus seios estão causando problemas médicos, icluindo irritação da péle sob os seios, dor nos ombros, marcas em seus ombros causados pelas tiras do sutiã, ou, limitações nas sua atividades devido ao tamanho de seus seios, a redução pode ser uma opção para fazer com que você fique fisicamente e psicologicamente confortável, ambos.

Mulheres com seios extremamente grandes, sempre, descobrem que seus seios tem um efeito prejudicial em sua mente. Elas podem achar que sentem-se desconfortáveis com o formato de seus corpos, tendo dificuldade para encontrar roupas apropriadas e são observadas de maneiras que nao gostam. A cirurgia de redução dos seios pode também ter um efeito benéfico na saúde psicológica e bem estar do paciente.

Riscos da Cirurgia de Redução dos Seios

Antes de tudo, a cirurgia de redução dos seios é um pocedimento cirúrgico simplesmente substancial, e mesmo sendo tipicamente seguro, ainda apresenta alguns riscos. Requerindo anestesia geral, em alguns casos uma transfusão de sangue pode-se fazer necessária e a recuperação pode ser dolorosa e dificultosa. A cicatrização é básica mesmo com os melhores resultados. Sangramento, infecção e reações para com a anestesia são todos riscos presentes durante e após a mamosplastia. Alguns cirurgiões plásticos encorajam que você armazene uma unidade de sangue para pacientes com alto risco de sangramento antes da cirurgia em caso de necessidade. Evite erro médico.

Problemas relacionados à incisões podem incluir necrose da gordura, separação de tecidos e a quelóide. Necrose de gordura é mais comum em reduções onde mais tecido é removido. Separação de tecidos é considerado uma complicação secundária, más extende o tempo de recuperação. A quelóide e outras cicatrizações podem requerir revisões cirúrgicas para consertar a aparência geral dos seios. Infecção nos seios ou áreas da incisão requerirá antibióticos para o tratamento, e pode também extender sua recuperação um pouco. Fumantes devem estar cientes que a cicatrização e recuperação é mais um problema para eles.

Outras dificuldades com o procedimento ou os resultados pode incluir seios levemente desiguais, ou mamilos desiguais ou aréola mamilar com tamanhos diferentes. Perdas de sensibilidade permanente nos mamilos é um risco, particularmente em casos onde a redução dos seios é extrema. Tipicamente, mudanças na sensibilidade são temporáreos, más adormecimento e falta de sensação ocorre e o risco deveria ser considerado quando considerar uma cirurgia de redução de seios. Em casos muito ráros, tecidos dos mamilos e aréolas podem ser perdidos e a reconstrução precisará de péle enxertada e cirurgias posteriores.

Cirurgia de Redução de Seios e Amamentação

Uma preocupação que os candidatos à redução de seios deveriam considerar é a possibilidade de impáctos da cirurgia em futuras experiências de amamentação, assim como no impácto na gravidez e as mudanças nos seios associadas à gravidez. Muitos cirugiões encorajam as mulheres a adiar a redução de seios até que elas tenham completado suas famílias, devido a ambas considerações. Enquanto mulheres jovens podem fazer redução de seios, e fazem frequentemente, um resultado mais positivo a longo prazo é mais guarantido se todas as mudanças nos seios são aguardadas antes de ocorrer a cirurgia.

Tipicamente, a cirurgia de redução de seios remove uma grande quantidade de tecido glandular e rompe as conecções entre o dutos de leite e o mamilo. O dano mais significante ocorre em cirurgias de redução mais extremas; entretanto, é uma dificuldade usual para se prever o quão bem sucedida a lactação será após a cirurgia. Se há uma consideração para lactação futura, é bom conversar com o cirurgião a respeito de preservar os dutos de leite, o mais possível. Mães pretendendo amamentar seus bebês após a cirurgia de redução de seios normalmente irá sofrer com o suprimento de leite e mesmo nos melhores casos vai ter que suprir seus bebê com fórmulas comerciais. Enquanto uma mulher jovem pode não considerar este efeito em sua vida quando considerar uma cirurgia de redução de seios, não é incomum para mulheres se arrepender de não terem adiado suas escolhas até que suas familias estivessem completas.

Além disso, o ganho de peso, mudanças nos seios e alterações hormonais da gravidez, lactação e o período pós-parto podem causar impáctos significantes nos seios. Mudanças de tamanho durante a gravidez pode ser substancial e permanente, mesmo após uma cirurgia de redução de seios. Não é incomum para mulheres optar por uma outra cirurgia após a primeira cirurgia de redução de seios.

Preparando para a Cirurgia: Obtendo o Melhor Possível

O que você pode fazer para que a sua recuperação seja bem sucedida? Antes de tudo, escolha um cirurgião competente e experiente. Procure por um cirurgião que execute reduções de seios frequentemente, ofereça uma avaliação honesta dos resultados finais de sua cirurgia e tem as qualificações profissionais apropriadas. Você deveria se sentir confortável com seu cirurgião e o seu trabalho.

Trabalhe com seu convênio para obter cobertura para o procedimento, com assistência de seu médico. Faça suas pesquisas e avaliações dos riscos e benefícios para seu próprio uso, classificando desde futuros impáctos em amamentação até as cicatrizes. Considere se as alternativas para cirurgia permanecem e se os benefícios claramente compensam os riscos, prepare-se fisicamente para a operação.

Se estiver preparando-se para a cirurgia de redução de seios, cuide de perder peso para que você entre no procedimento com um peso saudável e apropriado para o tamanha e estatúra de seu corpo. Isso também lhe permitirá determinar se seus seios mudarão com perda de peso, talvez minimizando a necessidade para o procedimento. Se você fuma, pare, para adiantar a recuperação e reduzir a cicatrização. Coma uma dieta saudável, fique bem hidratada e mantenha suas rotinas normais de exercício até o dia da cirurgia. Um corpo saudável se recuperará muito mais rápido.

Prepare o tempo que precisará fora do serviço e ajude em casa durante sua recuperação, especialmente se você tem crianças. Aguarde duas semanas fora do serviço, isso se seu serviço for sedentário, e mais tempo se você tem um trabalho que exija esforço físico. Pergunte a seu cirurgião plástico que tipo de sutiãs de esporte seriam recomendados e compre-os antes da cirurgia. Enquanto você estiver fazendo compras, compre um ou dois sutiãs bem bonitos para o seu futuro tamanho e aproveite a pratileira de sutiãs pela primeira vez!

O Corte: O Procedimento Cirúrgico

Uma cirurgia comum de redução de seios usa o que é chamado de cirurgia - “keyhole”- buraco de chave. Este procedimento é apropriado se o tessido de seus seios é primariamente glandular, e é preferível para mulheres jovens, mulheres magras, e aquelas com peitos caídos. Neste caso, as incisões são feitas sob os seios, no vinco abaixo, em torno do mamilo, e em uma linha vertical conectando o mamilo com a incisão sob o seio. Em casos extremos, o mamilo e a aréola serão completamente removidos e re-enxertados; entretanto, a perda de sensibilidade é total neste caso, então é geralmente evitado. A satifação do paciente com o procedimento é normalmente alta, mesmo sendo a cicatriz tipicamente larga e óbvia.

A alternativa sem cicatriz da cirurgia Keyhole de redução de seios é a lipoaspiração dos seios. A lipoaspiração é apenas uma opção viável quando o tecido dos seios é primariamente gorduroso, oposto do glandular. A mamografia pode determinar se o tecido de seus seios é primariamente glandular ou gorduroso. Normalmente, a lipoaspiração se faz viável em mulheres pesadas, aquelas desejando uma redução menos extrema ou mulheres após menopausa. A mudança nos seios com a lipoaspiração é mínima e a redução é por volta de trinta por cento. A lipo tem uma recuperação mais rápida, muito, muito pouca cicatrização e é um procedimento menos invasivo e doloroso. Fale com seu cirurgião plástico sobre o procedimento que irá oferecer-lhe os melhores resultados, visto sua situação pessoal.

Sarando: Recuperando da Cirurgia de Redução de Seios

A recuperação completa da cirurgia redução de seios pode levar mais tempo que você espera. Enquanto a cirurgia em sí leva apenas algumas poucas horas e pode ser feita em clínica local, você deveria esperar que os primeiros dias em casa fossem desafiadores de desconfortáveis. Você utilizará um sutiã cirúrgico ou uma proteção elástica sobre suas roupas até que os drenos sejam retirados. Dormir sentado, extrema cautela quando se movimentar e espere sentir-se indisposta durante a recuperação. Uma vez que os drenos e pontos são retirados, os seios deverão ser apoiados com um sutiã de esportistas ou uma atadura durante a recuperação. Evite sutiãs com fio inferior durante este período.

A maioria das mulheres sofre de uma a duas semanas de moderado a sevéro disconforto seguidos da cirurgia de redução de seios e necessitarão, tipicamente, analgésicos durante este período. Os pontos são normalmente removidos após uma semana e os drenos cirúrgicos após duas semanas. Banhos de banheira e chuveiro devem ser evitados até que os drenos sejam removidos. Inchasso e ematoma podem durar de duas a três semanas, e dormência uma ou duas semanas.

Atividades sexuais devem ser evitadas por uma semana após a cirurgia, e deve-se tomar cuidado com os seios por seis semanas após cirurgia para permitir que sare. Assumindo que seu serviço não seja vigiroso, você pode retornar ao trabalho após duas semanas da cirurgia. Exercícios moderados podem ser retomados de três a quatro semanas após a cirurgia. Mudanças e recuperação continuarão passados seis meses da cirurgia, e pelo sexto mês você pode contar com o resultado final da cirurgia. Cicatrizes continuarão a desaparecer com o tempo, más os seios estarão em suas formas finais pós cirúrgico, forma e aparência.

Pagando por Tudo: Lidando com o Convênio

Muitos convênios médicos cobrirão o custo da cirurgia de redução, presumindo ser julgado uma necessidade médica. Como cada provedor tem suas próprias definições de necidades médicas, pode ser útil contactar o seu convênio na área de recursos humanos se for parte da política da empresa e perguntar o eles consideram necessário para aprovar o procedimento. Alguns convênios médicos requerem que meios alternativos de alívio sejam tentados com a complicação da redução de seios, enquanto outros requerem que uma certa quantidade de tecido do seio seja removido. Consultar o seu convênio é uma parte muito importante do procésso de preparo do diagnóstico, e pode fazer o trabalho de seu cirurgião plástico mais fácil, uma vez que ele sabe o que providenciar para que o procedimento seja coberto própriamente. 

Se seu convênio negar a cobertura, você deve apelar a decisão. Uma carta bem escrita detalhando o impácto do tamanho de seus seios em sua saúde com respeito ao bom estado físico, saúde no geral, dores do dia-a-dia e mais, isso deve melhorar suas chances para a cirurgia de redução de seios. Pergunte a seu cirurgião plástico e médico geral para escrever a seu respeito também. Alguns convenios requerem segunda opinião.

Se seu convênio tipicamente cobre procedimentos de reconstrução e outros procedimentos cosméticos, assumindo que você preenche os requisitos de critérios de necessidade médica, é provável que eles cubram sua cirurgia de redução de seios. Critérios típicos para necessidades médicas estão relacionados a problemas de saúde como irritação de péle, problemas nas costas e dificuldades com o as tarefas diárias devido ao tamanho dos seios. Seu cirurgião plástico deveria ser capaz de lhe assistir com a determinação da necessidade médica do procedimento e preenchendo os requisitos do convênio médico.

Os Benefícios da Cirurgia de Redução de Seios

Os benefícios médicos serão óbvios para qualquer mulher que tenha sofrido com seios extremamente grandes. Costas, pescoço e ombros doloridos melhorarão dramaticamente muito cedo após a cirurgia. Marcas nos ombros causadas pela alça do sutiã também irão melhorar rapidamente, e sua alta-estima e imagem corporal melhorarão também. Há, no entanto, alguns benefícios que não são tão críticos.

Pela primeira vez, ir às compras pode ser muito divertido com seus seios servindo em medidas para sua estatura. Seios proporcionais significam que vestidos, roupas de duas peças e roupas de banho servirão apropriadamente. Comprar sutiã, que tem sido uma tarefa horrível, normalmente resultando em um cara porém fraca compra de sutiãs feios. Agora podem pode ser uma atividade divertida já que você pode escolher sutiãs mais bonitos e coloridos.

Enquanto nossa cultura idolatra seios grandes, a liberdade de vestir o que você deseja, de correr, brincar e ser ativa fisicamente após sua cirurgia de redução de seios será libertador. Além disso, um busto cheio e empinado cairá bem em qualquer peça de roupa que você vestir, e ao invéz de esconder seus seios em roupas largas, você pode optar por roupas mais apertadas ou com decotes. Perda de peso seguidas da cirurgia de redução de seios pode ser mais fácil graças a facilidade de se movimentar, uma nova abilidade para se exercitar e melhorar sua alta-estima. Em algumas mulheres, o procedimento em sí remove kilos/libras de tecido dos seios.

A cirurgia de redução de seios pode ser uma cirurgia que mudará sua vida, permitindo maior conforto de ambas as partes, física e psicológica. Se você tem sofrido com o tamanho de seus seios e isto vem lhe impedindo sua vida diária e causando dor, considere consultar um qualificado e diplomado cirurgião em sua região na área de redução de seios. Liberte-se da dor de seios grandes, sutiãs horríveis e caros que não server apropriadamente e uma estatura fora de proporção.




Em nossa clínica dispomos de médicos especializados em, que em sua consulta de avaliação, irão esclarecer todas as suas dúvidas a respeito do procedimento. Para agendar sua consulta de avaliação preços e custos hospitalares em nossa clínica, Fortaleza, Natal, São Luís  ligue 085 4102 4444 ou  ou 085 85825399  e fale com nossas atendentes. Você irá descobrir como realizar seu tratamento.

Blefaroplastia






É bem sabido que os sinais naturais da idade começam a surgir, na maioria das vezes, na região em volta dos olhos. Olheiras, pequenas linhas em volta dos olhos, bolsas debaixo dos olhos, pálpebras inchadas e descaídas e sobrancelhas também descaídas são pouco apresentáveis, fazendo com que uma aparência jovem desapareça. Felizmente, um lifting de pálpebras pode resolver o problema. Um lifting de pálpebras, também conhecido por blefaroplastia, é um procedimento cirúrgico praticado por um cirurgião estético qualificado. Basicamente, o procedimento envolve a remoção de qualquer excesso de pele circundante do olho. O resultado final de um lifting de pálpebras dá ao paciente uma aparência totalmente renovada: a vitalidade reaparece e o olhar parece mais novo, saudável e atento. As rugas desaparecem e o paciente ganha uma enorme auto-estima, uma vez que tem uma aparência melhor e se sente bem consigo mesmo.

Os olhos são uma característica importante: são parte do que uma pessoa usa para se expressar. Assim, os olhos que têm sinais de idade à sua volta podem não ser tão eficazes no que diz respeito à expressão. As rugas podem fazer com que uma pessoa pareça aborrecida ou zangada, quando na verdade não está, e podem também fazer com que uma pessoa pareça triste ou melancólica, quando na verdade está de bom humor. Fazer um lifting de pálpebras devolve a capacidade de comunicar correctamente. 

A cirurgia plástica de pálpebras pode, por fim, melhorar completamente o aspecto da face de uma pessoa. Desde apagar rugas até melhorar o aspecto total do olhar, o lifting de pálpebras pode dar o sentimento de juventude e ajudar uma pessoa a parecer revitalizada e rejuvenescida. Pacientes de todas as idades optam por fazer uma cirurgia de pálpebras e este procedimento está aumentando cada vez mais em termos de popularidade.

Candidatos à Cirurgia de Pálpebras

Os candidatos à cirurgia de pálpebras variam quanto à idade. Para aqueles indivíduos que procuram ter defeitos naturais, ou de nascimento, reparados, o lifting de pálpebras pode ser aplicado nos mais novos. De facto, um lifting de pálpebras é um procedimento comum usado para restaurar a visão para um estado apropriado: se a visão periférica de uma pessoa estiver afetada por excesso de pele ou se as pálpebras estiverem muito descaídas causando problemas de visão, um cirurgião pode optar por fazer um lifting de pálpebras no paciente.

Aqueles que procuram reduzir os sinais ou sintomas de idade também podem optar por fazer um lifting de pálpebras. Uma vez que os sinais de idade se manifestam diferentemente em cada pessoa, um cirurgião estético qualificado estará disponível para aconselhar a pessoa se o lifting de pálpebras é apropriado para ela. A cirurgia plástica de pálpebras pode ser usada para corrigir defeitos, de modo que o olhar fique natural, e também o olhar triste fique remediado. O lifting de pálpebras pode dar aos olhos uma forma amendoada. 

Essencialmente, os efeitos de um lifting de pálpebras giram em torno da elevação da pele circundante à área do olho em cerca de um centímetro. Olhando-se no espelho é possível imaginar o resultado: se a sobrancelha for elevada com o dedo cerca de um centímetro e se a área das bochechas também for elevado, o potencial paciente poderá ver a diferença significativa que um lifting de pálpebras pode fazer. 

Qualquer que seja a idade que o potencial cliente possa ter, este deverá estar bem de saúde antes de iniciar qualquer procedimento, inclusive o lifting de pálpebras. Antes de iniciar qualquer processo, o cirurgião assegurar-se-á que o paciente não tem qualquer problema médico e irá dar-lhe instruções sobre o procedimento e seguimento do tratamento.

Pré-Requisitos de um Lifting de pálpebras

A pessoa que procura fazer um lifting de pálpebras irá necessitar de um cirurgião qualificado. Frequentemente, o paciente irá procurar um cirurgião óculo-plástico, um cirurgião especializado na cirurgia dos olhos. Em outras circunstâncias, alguns cirurgiões plásticos e otorrinolaringologistas podem fazer um lifting de pálpebras. Além disso, existem alguns oftalmologistas, cirurgiões orofaciais e até dermatologistas que estão treinados e qualificados para fazer um lifting de pálpebras. O mais importante é que o potencial paciente encontre um cirurgião com quem se sinta à vontade para falar. As qualificações de um cirurgião são normalmente fáceis de verificar. 

Uma vez que o potencial paciente tenha encontrado dois ou três cirurgiões qualificados, o paciente deverá iniciar consultas com todos eles. O paciente deverá ter sempre mais do que a opinião de um cirurgião e não deverá ter receio de dizer ao cirurgião que tem consultas com outros médicos. O paciente tem o direito de ser sério no que diz respeito a um procedimento cirúrgico e também tem o direito a ter múltiplas opiniões, mesmo que sejam operações simples, tais como o lifting de pálpebras. 

O potencial paciente pode tentar saber um pouco mais acerca do cirurgião na primeira consulta. O cirurgião fala sobre todas as questões acerca do lifting de pálpebras voluntariamente e abertamente? O cirurgião tem um carácter sociável e gentil? O cirurgião tem qualificações para executar um procedimento de tal envergadura? O cirurgião é informativo e não deixa margens de dúvidas? Estas são algumas das questões que o potencial paciente deve ter em conta num cirurgião estético, com o qual pretende trabalhar.

Questões Pré-operatórias

A primeira consulta é sempre importante. Permite, quer ao médico quer ao paciente, uma familiarização e dá tempo ao paciente para definir o que deseja em termos do lifting de pálpebras. O médico irá aconselhar o paciente se as suas expectativas são ou não razoáveis e se o lifting de pálpebras irá satisfazer as suas necessidades. Nesta consulta, o paciente irá ter também de relatar o seu histórico médico, uma vez que é muito importante para identificar condições pré-existentes e possíveis problemas com a medicação.



O médico irá aconselhar o paciente acerca do procedimento e do que irá ser feito. Além disso, o médico irá avaliar se o paciente está sendo realista com as suas expectativas – um lifting de pálpebras não é uma cura mágica e embora melhore o aspecto dramaticamente, não irá fazer enormes diferenças na vida do paciente. O médico irá avaliar os motivos do paciente para se assegurar que este tem uma boa compreensão do procedimento cirúrgico e quais os resultados esperados.

Se o paciente decidir fazer um lifting de pálpebras, então uma visita pré-operatória será marcada. Nesta altura, o paciente e o seu estado de saúde irão ser avaliados, e ainda serão dadas instruções acerca do dia do procedimento, quais as medicações que podem ser tomadas e quais as que se deve interromper, bem como as medidas de recuperação.

Cirurgia plástica de pálpebras

A cirurgia plástica de pálpebras pode ser praticada em meio ambulatório. Isto ajuda no sentido de reduzir custos hospitalares, particularmente se a cirurgia for praticada no consultório médico. No entanto, se o paciente tiver problemas de saúde significativos, a cirurgia poderá ter de ser feita no hospital, como medida preventiva. Frequentemente, o paciente irá ser anestesiado e será exigida a presença de alguém para o acompanhar a sua casa, assim que tiver acabado o tempo de recuperação.

Alguns cirurgiões não sedam completamente o paciente para realizar o lifting de pálpebras, mas lhe dão antes anestesia local. Esta opção será clarificada na primeira consulta ou na visita pré-operatória com o cirurgião. O paciente não precisa de se preocupar em sentir qualquer dor durante o processo, independentemente do tipo de anestesia.

Alguns cirurgiões fazem uma incisão para remover o excesso de pele na região circundante ao olho, enquanto outros cirurgiões começam a recorrer ao laser para efectuar a operação. Mais uma vez, é um assunto a ser tratado com o paciente antes de qualquer procedimento. Os benefícios da cirurgia a laser incluem menos sangramento e um tempo de cura mais rápido. Em ambos os casos, alguns pontos são exigidos e terão de ser removidos mais tarde. As pálpebras são cortadas, o excesso de pele é removido e então a pálpebra é reconstruída numa forma mais definida e firme. Dependendo das circunstâncias individuais de cada pessoa, partes da pálpebra inferior são removidas, as sobrancelhas podem ser definidas e as áreas inferiores do olho também podem ser reconstruídas.

A cirurgia estética de pálpebras só dura algumas horas, e o paciente tem alta depois de um certo tempo de recuperação. Podem ser receitados alguns antibióticos para eliminar a possibilidade de infecção, bem como alguns analgésicos para diminuir o desconforto da cirurgia.

Recuperação do Lifting de pálpebras

O paciente pode ficar chocado ao ver-se no espelho, imediatamente após a cirurgia plástica de pálpebras. Ao contrário do que a televisão mostra, quando o paciente já está deslumbrante após a cirurgia, na vida real o paciente poderá deparar-se com os seus olhos inchados, vermelhos e com alguns hematomas. Isto deve-se ao fato de a pele em volta dos olhos ser extremamente sensível. No entanto, o hematoma desaparece rapidamente, e o paciente irá ver que os seus olhos começam a ficar normais depois de dez a catorze dias. Usar óculos de sol permite ao paciente manter os seus olhos protegidos enquanto eles estão se recuperando, e também ajuda a esconder o inchaço e vermelhidão.

Ardor e algum desconforto são comuns na recuperação de um lifting de pálpebras. Mais uma vez, a pele em volta dos olhos é extremamente sensível, e pode facilmente inchar e dar a sensação de ardor após uma cirurgia deste gênero. Compressas frias ajudam a minimizar o inchaço do tecido em volta do olho e também atuam como um analgésico natural.

Finalmente, durante o processo de recuperação, o paciente pode notar alguma experiência de visão turva de tempos em tempos. De fato, é normal isso acontecer, pois os olhos foram irritados. A visão turva irá diminuir à medida que o processo de cura ocorra e não deve ser motivo de alarme.

Se forem prescritos analgésicos e/ou antibióticos ao paciente, este deverá tomar a medicação como foi indicada e até ao fim, salvo se o médico der outras indicações. Seguir as indicações do médico é vital para a cura e para a recuperação. Além disso, o paciente deverá discutir as suas capacidades de condução enquanto toma certos medicamentos e recupera do lifting de pálpebras. Alguns medicamentos são narcóticos e quando tomados são prejudiciais para a condução de veículos.

Riscos do Lifting de pálpebras

O paciente deve estar inteiramente consciente dos riscos associados a um procedimento cirúrgico. Há riscos associados a um lifting de pálpebras, mas a maior parte deles é controlável. Primeiro, há o risco de infecção, mas o cirurgião frequentemente prescreve um antibiótico para minimizar o seu desenvolvimento. Segundo, alguns medicamentos podem criar um sangramento excessivo; no entanto, o cirurgião irá aconselhar quais os medicamentos podem ser ou não tomados. Terceiro, há o risco de desfiguramento após um lifting de pálpebras. Enquanto na maioria dos casos os desfiguramentos são diminutos e desaparecem em poucos meses, outros no entanto podem não desaparecer. Isto é algo que deverá ser discutido com o cirurgião.

Se o paciente não tolera bem a anestesia, pode experimentar um período de vômitos após a cirurgia. Em alguns casos, alguns pacientes não toleram bem a anestesia e os seus corpos reagem, ficando enjoados. Estas náuseas são temporárias, e essa possibilidade deve ser discutida antes com o cirurgião.

A maior medida que um paciente pode tomar para minimizar os riscos associados a um lifting de pálpebras é ouvir tudo o que o médico diz e seguir todas as indicações à risca. Atenção, o médico não é apenas a pessoa que executa a cirurgia. Compete a ele também assegurar que o paciente permaneça saudável. Tomar toda a medicação e repousar após o procedimento cirúrgico são medidas importantes para a saúde de uma pessoa. Evite erro médico.

Custo do lifting de pálpebras

Os custos associados à cirurgia estética de pálpebras variam de paciente para paciente, de cirurgião para cirurgião, de procedimento para procedimento.  Os fatores que afectam o custo de uma cirurgia estética de pálpebras incluem se a cirurgia é feita no hospital ou não, o tipo de anestesia usada, o tipo de procedimento usado e quantas consultas médicas são efetuadas. Se o paciente tiver sorte, poderá encontrar um médico disposto a fazer um plano de pagamento para o procedimento.

Na maioria dos casos, porque os liftings de pálpebras são principalmente estéticos, o procedimento não é coberto pelo seguro. Então, o paciente ou terá de pagar a cirurgia estética em dinheiro ou financiar o procedimento. No entanto, se o lifting se realizar com o objetivo de melhorar ou reconstruir um defeito natural na vista, o procedimento poderá ser coberto pelo seguro. No final, em regra, o paciente ficará responsável por contactar a companhia de seguro, para determinar se o procedimento do lifting tem ou não cobertura.

No que diz respeito à cirurgia estética das pálpebras, é importante que o paciente considere as qualificações do cirurgião. Mais importante do que trazer a cirurgia a um custo mínimo, é preciso que o cirurgião tenha as qualificações e experiência para executar o procedimento de modo satisfatório para o paciente. Como resultado, as qualificações do médico devem ser consideradas prioritárias; as considerações dos custos devem ser secundárias.

Considerações finais

Um lifting de pálpebras ou uma blefaroplastia pode ser feito por diversas razões. Alguns pacientes sentem que os seus olhos parecem sempre cansados, mesmo quando estão bem acordados. Um lifting de pálpebras pode dar aos pacientes um olhar muito mais desperto. Além disso, alguns pacientes têm olhos que estão exageradamente inchados: um lifting de pálpebras remove o excesso de pele que torna este inchaço tão proeminente nos pacientes. Muitas vezes os pacientes queixam-se de olheiras e o lifting de pálpebras é o remédio apropriado. Alguns pacientes querem diminuir os sinais da idade, enquanto outros querem reparar defeitos de nascença ou defeitos nas pálpebras. Em alguns casos, as pálpebras descaem e causam ao paciente problemas de visão. Um lifting de pálpebras é o procedimento que pode remediar tais situações.

Qualquer que seja a razão para fazer um lifting de pálpebras, o paciente deve tomar todas as medidas para encontrar um cirurgião qualificado com quem trabalhar, alguém que esteja preparado para responder a todas as suas questões e alguém com quem se esteja verdadeiramente à vontade. Finalmente, a relação entre médico e paciente é crucial para o sucesso geral do procedimento lifting de pálpebras.

Obviamente, os liftings de pálpebras não são permanentes, ou seja, devido ao processo natural de envelhecimento, o paciente pode vir a ter de fazer novos liftings no futuro, de modo a manter uma relativa aparência jovial. Se o paciente encontra um médico com quem se sente à vontade, pode recorrer ao mesmo cirurgião para eventuais procedimentos. Consequentemente, a confiança de uma pessoa no médico vai longe – médico e paciente irão precisar desenvolver uma relação de longo prazo




Em nossa clínica dispomos de médicos especializados em, que em sua consulta de avaliação, irão esclarecer todas as suas dúvidas a respeito do procedimento. Para agendar sua consulta de avaliação preços e custos hospitalares em nossa clínica, Fortaleza, Natal, São Luís  ligue 085 4102 4444 ou  ou 085 85825399  e fale com nossas atendentes. Você irá descobrir como realizar seu tratamento.



Correcção da Flacidez do Braço

Introdução

As pessoas que têm excesso de pele na região superior dos braços podem ter problemas em vestir determinados tipos de roupa ou podem não se sentir confiantes com o seu aspecto. Camisas sem mangas são frequentemente banidas dos seus armários, e algumas pessoas acabam evitando qualquer camisa de manga curta. Além disso, os homens que não se sentem confiantes com os seus braços não tiram as suas camisas em lugares públicos porque se sentem desconfortáveis. Existe um remédio para este problema: uma correção da flacidez do braço pode ajudar as pessoas a recuperar a sua confiança e imagem. O processo natural de envelhecimento pode ter um efeito prejudicial na nossa aparência geral. Infelizmente, a gravidade não é um amigo, e à medida que os anos passam, as pessoas descobrem que a tonalidade da sua pele muda. Em alguns casos as mudanças não são relevantes, mas noutras podem ser extremas, resultando em excesso de pele, particularmente na região dos braços. É onde entra a braquioplastia, também conhecida como correção da flacidez do braço, que pode reparar o que o processo de envelhecimento provocou. Em alguns casos a pele excedente que surge na parte de baixo do braço superior é o resultado de uma acentuada perda de peso. Quando uma pessoa está muito pesada, a pele estica. O infeliz resultado de uma acentuada perda de peso é que a pele permanece esticada e o paciente é então forçado a lidar com o excesso de pele. Novamente, uma correção da flacidez do braço feita por um cirurgião profissional pode remediar a situação.A correção da flacidez do braço é um processo cirúrgico, por isso os pacientes são anestesiados com uma anestesia geral. Por vezes é necessário que uma liposucção seja feita para retirar o excesso de gordura depositado na parte superior do braço, ou em outros casos o excesso de pele é removido. O período de recuperação de uma correção da flacidez do braço dependerá das necessidades do paciente e é diferente de pessoa para pessoa.O resultado final de uma correção da flacidez do braço é uma aparência mais suave, mais contornada e saudável na parte superior do braço. São esperadas algumas cicatrizes, mas o cirurgião irá tentar fazer com que sejam mínimas. Finalmente, o paciente conseguirá uma aparência melhor e se sentirá bem com ele próprio.



Candidatos para uma correcção da flacidez do braço

Qualquer indivíduo saudável poderá fazer uma correcção da flacidez do braço com sucesso: os indivíduos que perderam muito peso ou aqueles que têm excesso de pele devido ao processo natural de envelhecimento são casos típicos.O paciente deve ser saudável antes do processo estar concluído. Em geral, o paciente deverá procurar um cirurgião plástico qualificado para fazer a operação. Numa primeira consulta, as necessidades do paciente são calculadas, um completo histórico clínico é pedido, e se o paciente não tiver problemas poderá ser marcada a cirurgia.Alguns pontos de orientação são dados ao paciente para seguir antes e depois da intervenção, os quais deverão ser seguidos rigorosamente. Estes pontos não só irão ensinar ao paciente os cuidados a ter no período pré-operatório, mas também irão ensinar o paciente no período de recuperação, bem como o que ele pode esperar antes e depois de uma correção da flacidez do braço.Só um cirurgião plástico qualificado pode decidir se uma correção da flacidez do braço é apropriada para um paciente. Em alguns casos apenas é necessária uma liposucção, enquanto que em outros o processo será mais complexo. A primeira consulta é o momento ideal para que o paciente e o cirurgião se familiarizem um com o outro, bem como para esclarecer dúvidas sobre a correcção da flacidez do braço. Na primeira visita, o paciente é informado dos custos, da forma de pagamento, da cirurgia, onde irá decorrer e quanto tempo levará a recuperação.

A consulta da correção da flacidez do braço

Há alguns procedimentos necessários para fazer uma correção da flacidez do braço. Claro que a organização da cirurgia começa depois da primeira consulta com o cirurgião plástico. No entanto, o paciente deverá começar a pesquisar sobre o assunto algum tempo antes. Se o paciente se familiarizar com o processo, como será feito, os custos, e com as perguntas mais frequentes, poderá ir para a primeira consulta com o cirurgião com conhecimento do que irá acontecer.Depois, o paciente vai ter de procurar um cirurgião com quem se sinta confortável: este é dos passos mais importantes para o paciente. É aconselhável que o paciente tenha mais do que uma primeira consulta: procurar uma segunda opinião é sempre aconselhável. É imperativo que o paciente se sinta confortável para conversar e a trabalhar com o cirurgião plástico. Finalmente, o paciente também deve se certificar das qualificações do cirurgião. A consulta inicial com o cirurgião plástico é o momento de falar sobre o plano individual de tratamento do paciente. O história clínico deverá ser fornecido pelo paciente e um completo estudo físico deverá ser feito. O cirurgião irá acordar com o paciente o que se vai retirar do braço superior. Numa primeira consulta é necessária uma boa comunicação com o cirurgião: não só o paciente terá de lidar com o cirurgião antes e durante o processo de correção da flacidez do braço, mas também numa quantidade de consultas de rotina. Se o paciente não se sentir confortável com o cirurgião deverá procurar outro com quem se sinta melhor.

Cuidado pré-operativos da correção da flacidez do braço
Aproximadamente de 14 a 21 dias antes da operação da correção da flacidez do braço, os pacientes necessitam de uma visita pré-operatória com o cirurgião. Esta visita irá verificar a saúde do paciente para que se certifique de que é saudável o suficiente para prosseguir com a correção da flacidez do braço. Nessa altura, o paciente terá de assinar algum documento de responsabilidade e também (se não lhe foi já pedido) de parar de tomar qualquer medicação que poderá interferir com o sucesso da recuperação.Se o cirurgião não tirar fotografias da parte superior dos braços do paciente numa primeira consulta, poderá fazê-lo na visita pré-operatória; isto para que o paciente possa ver as diferenças antes e depois da correcção da flacidez do braço. Entretanto, o cirurgião irá dar instruções ao paciente. O paciente irá saber a que horas terá de chegar para a operação, o que deve vestir, quanto tempo demorará a operação e o que pode e não pode levar para o local onde vai decorrer a operação.Durante o exame pré-operatório o cirurgião irá dar ao paciente instruções detalhadas sobre o que deve comer e beber e quando deve parar de comer e beber: a operação poderá ter de ser feita em jejum. O paciente também será aconselhado sobre todos os tipos de medicação que poderá tomar depois da operação para dores ou para reduzir o perigo de infecção. Finalmente, todos os pacientes que fazem uma correção da flacidez do braço são aconselhados a não conduzir no dia da operação: o paciente irá receber uma anastesia geral e não estará apto a conduzir nesse dia.

Operação para a correcção da flacidez do braço 

No dia em que a operação da correcção da flacidez do braço é agendada é importante que o paciente chegue antes. O paciente será novamente analisado para garantir todos os requisitos e será examinado por um anastesista qualificado – o tipo de anestesia dada depende do médico – algumas pessoas levam anestesia geral enquanto que outras apenas parcial. Uma vez o paciente examinado, a anestesia é dada e a operação começa.A operação completa da correção da flacidez do braço necessita de uma incisão no interior da região superior do braço. A incisão é feita desde a axila até à zona do cotovelo. A incisão é depois separada dos tecidos internos; o tecido do músculo é depois restruturado, ajustado para que a parte superior do braço tenha um contorno firme. Depois disso, o cirurgião irá remover o excesso de pele.A operação parcial da correção da flacidez do braço é um pouco diferente da geral, bem como a incisão é menor, e não tem de se estender até ao cotovelo. Este tipo de operação é feita em pacientes com pouco excesso de pele.Dependendo do paciente e do cirurgião, a operação total da correção da flacidez do braço poderá ser feita em qualquer local levando de uma a três horas. A maioria destas operações não necessita que o paciente fique internado. O paciente passa algumas horas em descanso e depois vai para casa. Mais uma vez, é bom lembrar a anestesia irá incapacitar o paciente de conduzir. 

Recuperação da correção da flacidez do braço

Um paciente que faça uma operação de correção da flacidez do braço deve esperar inchaço na parte superior do braço e falta de sensibilidade onde a incisão é feita. O paciente deverá usar uma cinta na área afetada para que o inchaço seja mínimo. A cinta deverá ser usada durante 14 dias. O paciente também deverá ver o médico depois da cirurgia numa consulta de vigia para que o cirurgião examine as zonas suturadas.Até todas as cicatrizes sararem, pode levar entre 60 a 90 dias. Levará um ano, um ano e meio para que as cicatrizes desapareçam por completo. Para tal, o paciente não deverá apanhar sol em excesso.O paciente deverá sentir algum desconforto depois da operação da correção da flacidez do braço. O médido cirurgião irá prescrever analgésicos para aliviar o desconforto. No decorrer de duas semanas o desconforto deve diminuir à medida que a zona começa a sarar. Isto não significa que não vai haver inchaço, mas à medida que o tempo passa, o desconforto inicial desaparece. A quantidade de desconforto estará relacionada com a quantidade de pele removida. Finalmente, o paciente poderá necessitar de assistência alguns dias após a intervenção - os braços poderão não ter força para se mexerem livremente.A recuperação de uma correção da flacidez do braço varia de um paciente para outro. Os pacientes mais saudáveis costumam recuperar mais rapidamente do que os que não são tanto. É aconselhável que o paciente deixe de fumar antes da operação, pois pode atrasar a recuperação.



Riscos da correcção da flacidez do braço

Devido ao fato de que a correção da flacidez do braço é considerada uma cirurgia, há riscos associados. Estes riscos são minimizados se o paciente seguir as instruções do médico cirurgião. Os riscos são ainda mais minimizados se o paciente continuar com consultas de rotina. Uma das preocupações a ter em conta pelo paciente são as infecções na parte superior do braço. O médico cirurgião pode prescrever um antibiótico se a infecção se desenvolver.Pode haver uma má recuperação se o paciente continuar uma vida ativa ou se não seguir as ordens do médico. É importante para o paciente relaxar durante algum tempo. É importante que o paciente entenda que foi submetido a uma cirurgia e levará algum tempo para se recuperar.Os pacientes devem saber todos os riscos associados à cirurgia da correção da flacidez do braço antes de todo o processo. O médico cirurgião poderá aconselhar o paciente a procurar todos os riscos. Se o paciente suspeitar que tem uma infecção, se tem dor excessiva ou se nota excessiva drenagem na zona afetada pela cirurgia, deve contactar o médico. Evite o erro médico.

Selecionar um cirurgião

Selecionar um cirurgião é provavelmente o passo mais importante que o paciente pode dar. A SBCP é um bom local para procurar um médico qualificado para fazer a operação da correção da flacidez do braço. A SBCP é a Sociedade Brasileira de Cirurgiões Plásticos – todos os seus membros são certificados para o tipo de cirurgia que o paciente está interessado. Os cirurgiões plásticos normalmente têm sites na internet com detalhes sobre as operações e os seus processo. Verificar um ou mais destes sites na internet é altamente recomendado. Depois de encontrar um cirurgião plástico, o paciente deve marcar uma primeira consulta. Estes sites na internet normalmente descrevem o tempo que levará o processo, onde é conduzido e o que o paciente deverá esperar antes e depois da correção da flacidez do braço.Se o paciente não está confortável com o cirurgião na primeira consulta, então deverá procurar outro profissional. O paciente deverá ter liberdade de perguntar e conversar sobre as suas dúvidas. 

Custos e Financiamento

Os custos de uma correção da flacidez do braço varia de paciente para paciente e de cirurgião para cirurgião. A quantidade de trabalho necessária também afeta os custos da correção da flacidez do braço. . Devido aos custos associados com a correção da flacidez do braço, é importante que o paciente esteja consciente deles desde a primeira consulta.O seguro de saúde não cobre os custos da correção da flacidez do braço porque este tipo de intervenção é considerada um risco cosmético, não um procedimento necessário para manter a saúde. Assim, o paciente terá de pagar todos os custos associados com a correção da flacidez do braço.